Infra - Estrutura IP e as Comunicações Unificadas

Pelo que tudo indica, o maior componente de comunicações unificadas para empresas, em termos de volume, será o e-mail.



A constatação se deve ao fato de que se tornou extremamente fácil gerar e propagar mensagens eletrônicas - e anexos com informações - para distribuição a grande número de pessoas.



Tendo isso em vista, e considerando que acabou por se estabelecer uma relação entre o uso de telefones móveis e a demanda por unificação, as pessoas que utilizam meios ou aparelhos sem fio, por definição, são aquelas que sentirão maior necessidade de possuir as funções das tecnologias de comunicação unificada.



O envio de mensagens, entretanto, é somente uma parte da comunicação pessoal. E a imagem de um ambiente de mensagens multimídia singular ainda é muito limitada. Ao mesmo tempo em que essa capacidade é importante para facilitar o gerenciamento consistente e intacto de todos os tipos de correspondência – tal como exibir eficientemente todos os tipos de mensagem com somente um acesso à caixa postal – e para maximizar o uso eficiente de recursos do sistema, a armazenagem única não reflete os importantes benefícios das conexões em tempo real e das interações entre pessoas.



Estudos de mercado, inclusive, demonstraram que recados resultantes de contatos telefônicos fracassados contabilizavam 70% da atividade referente a mensagens em um típico ambiente empresarial. O dado indica que a intenção primordial da pessoa telefonando geralmente não é deixar uma mensagem – e sim ter uma conversa imediata e direta com o receptor.



Assim, o fato de o destinatário da chamada não estar em sua mesa, mas de poder ser acessado via telefone sem fio, sugere que simplesmente deixar uma mensagem não representa mais a solução adequada. As atividades de comércio eletrônico irão expandir as iniciativas de envio de mensagens pessoais, uma vez que novas aplicações vão se tornando cada vez mais práticas e viáveis.



Com o acesso personalizado via smartphones, ou telefones inteligentes, sem fio, haverá maiores oportunidades para acesso direto e baseado em mensagens a clientes individuais – para o fornecimento de serviços de informação direcionados e gerenciados.



A tendência em direção à exploração empresarial de ASPs (Application Service Providers ou Provedores de Serviços de Aplicação) também irá incluir as funções de comunicação unificada – tanto para organizações menores, que não têm equipes de suporte a TI, como para as maiores – que podem desejar prestar suporte a grupos de trabalhos específicos, com novas alternativas para a troca de documentos.



As particularidades dos sistemas unificados em um ambiente de rede aberto também irão aumentar as necessidades de se ter interoperacionalidade entre diferentes produtos e serviços, junto com parcerias estratégicas entre fornecedores de tecnologias especializadas e ASPs. Enquanto a interoperacionalidade entre novas infra-estruturas, redes e aplicações funcionais pode ser uma solução em curto prazo para a evolução da comunicação unificada, o deslocamento em direção à infra-estrutura IP é inevitável, em função das características de eficiência, escalabilidade e flexibilidade.



Isso será especialmente crítico para que provedores de serviços continuem competitivos no novo mercado da comunicação multimídia. Para os fornecedores de serviços, as penalidades por não aderirem rapidamente às novas infra-estruturas de padrão aberto, baseadas em IP e necessárias para os serviços de comunicação unificada do futuro serão graves e incluem:



• Perda de novas receitas potenciais a partir de serviços de valor agregado que não podem ser facilmente integrados com o legado existente de ofertas de serviço;



• Perda da oportunidade do momento de comercialização e de receitas de novos serviços, tanto de assinantes existentes quanto de novos, que poderão facilmente acessar tais serviços em outros lugares;



• Dificuldades para simplificar determinadas particularidades do usuário visando a personalização e o gerenciamento de todos os aspectos da unificação de comunicação e envio de mensagens;



• Deterioração do relacionamento com clientes e da fidelidade dos assinantes, à medida que as ofertas atuais de serviço não são capazes de acompanhar o impacto das exigências de novos usuários em termos de funções e personalização, especialmente no que se refere à comunicação sem fio.



Essas considerações mostram que uma infra-estrutura nativa, aberta e baseada em IP será fundamental para todas as aplicações de serviço e funcionalidades futuras.



A única forma de desenvolvedores de aplicações de comunicação se prepararem para a incerteza do acelerado futuro de TI é investindo esforços na infra-estrutura ideal: aberta, escalonável e padronizada. As soluções de unificação de mensagens são particularmente desenvolvidas para uso individual – seja por um consumidor independente, um usuário SOHO ou um membro de uma organização empresarial –, podendo incluir funcionários de escritório, pessoas que trabalham em casa ou equipes móveis.



A exploração das potencialidades IP irá contribuir, ainda, para a definição do cenário da indústria das telecomunicações da próxima geração. Isso significa que, num primeiro momento, usuários individuais irão adquirir, de seus fornecedores de serviços, caixas postais pessoais e equipamentos de comunicação multimídia capazes de acomodar mensagens de voz e de texto, entrega de informação e de documentos e transações baseadas em aplicações.



Essa perspectiva exige que as características e as funções dos serviços sejam flexíveis, personalizadas e empacotadas de forma a atender necessidades específicas.



*Ricardo de Figueiredo Caldas é Engenheiro e Mestre em Engenharia Elétrica pela UnB e presidente da Telemikro - fornecedora de soluções estratégicas para gestão de conteúdo corporativo.

Entre em Contato!

Nossa equipe terá imenso prazer em atendê-lo

"Instalação e implementação das soluções, integrações e customizações, transferência de conhecimento, operação assistida e suporte técnico. Contamos com uma equipe prontamente preparada!"

Entre em Contato!

Endereços


(61) 2196-8000 ou (11) 3323-1988


Contato: marketing@telemikro.com.br


Trabalhe Conosco: rh@telemikro.com.br




Follow us